Estudo afirma que o universo está morrendo lentamente

Escritor | 11:37 Leave a Comment
Um estudo astronômico afirma que o universo está morrendo lentamente. O resultado do estudo afirma ter estabelecido o declínio do universo com uma precisão sem precedentes. Uma equipe internacional de 100 cientistas usaram dados dos telescópios mais poderosos do mundo, tanto em terra como no espaço, para o estudo.
A equipe de cientistas estudou a energia proveniente de mais de 200 mil galáxias em uma fatia enorme do universo observável. Com base nestas observações de energia os cientistas determinaram que a galáxia está irradiando metade da energia que ele irradiava a 2 bilhões de anos atrás. Esta conclusão foi baseada em verificações de energia através de um amplo espectro de ondas de luz e outras radiações eletromagnéticas.
Cientistas dizem que a energia está desaparecendo em todos os comprimentos de onda do ultravioleta ao infravermelho. O universo não vai desaparecer, porem as estrelas e outros objetos que produzem luz deixarão de produzir esta luz afirmam cientistas.
Antes de se preocupar muito com o seu futuro e o futuro de seus filhos e netos, o cientista diz que vai demorar trilhões de anos para que isso aconteça. A maior parte da energia do universo é considerado por muitos cientistas a ser sobras do Big Bang, mais energia está sendo gerados por estrelas quando elementos como hidrogênio e hélio são fundidos.