Steam Client é atualizado e ganha recursos de streaming de vídeo e contador de FPS

Escritor | 19:28 Leave a Comment
No YouTube existe um sem número de canais dedicados a apresentar gameplays dos mais diversos jogos. Basta uma rápida pesquisada para ter inúmeras opções para assistir. Além disso, existem serviços de terceiros que permitem que outras pessoas assistam às suas partidas online, tais como Twitch e Ustream. Porém, ontem, a Steam atualizou o seu software e trouxe dois recursos há muito esperados pela comunidade gamer que, até então, funcionavam apenas em caráter Beta. São eles: Steam Broadcasting e FPS Counter.
O primeiro chega para substituir os já citados serviços Twitch e Ustream. O Steam Broadcasting é uma ferramenta nativa da Valve que vai possibilitar que qualquer um assista às suas partidas online. Esse recurso é especialmente útil se você quiser gravar gameplays para o YouTube ou, se estiver empancado em alguma fase, mostrar para um amigo e ele te dizer como passar daquele trecho do jogo. Não é necessário criar nenhuma nova conta, com o seu perfil já existente no Steam você pode convidar outros para assistir seus jogos ou vice-versa.
Para usar o Steam Broadcasting é bem simples. Na sua lista de amigos, que geralmente fica do lado direito do cliente Steam, você seleciona o amigo desejado e então clica na opção "Watch Game" para automaticamente começar a assistir a partida dele. Claro, você pode definir quem pode assistir aos seus jogos nas configurações de privacidade.
O outro recurso é o FPS Counter. Geralmente, quando se quer medir o desempenho de um jogo em determinada máquina, você deve saber o número de frames per second (FPS), ou de quadros por segundo em que aquele jogo é exibido. Quanto maior a relação entre a qualidade do game e o número de frames, melhor é a sua máquina. Por exemplo, se você configura um jogo para ser exibido na qualidade Ultra e mesmo assim atinge um FPS acima de 30, sua máquina roda aquele jogo sem problema nenhum.
Pois bem, para medir o FPS geralmente se usa o aplicativo FRAPS, mas agora os gamers poderão ter essa informação de forma nativa no cliente Steam, dispensando assim a necessidade de se instalar o FRAPS. Além do mais, outras correções de erros e novidades foram implementadas, como a melhoria na estabilidade do Big Picture e a correção de erros no cliente para Linux. O changelog com todas as mudanças você pode conferir nesta página, em inglês.