Intel anuncia receita recorde em 2014, mas com uma grande perda em mobilidade

Escritor | 13:58 Leave a Comment
A Intel fechou os relatórios de 2014 que indicam que a empresa alcançou um faturamento recorde de US$ 55,900 milhões, com um aumento anual de 6% e um lucro liquido de US$ 11,700 milhões. 
A alta dos números deve-se principalmente a divisão de Data Centers, que teve um aumento de 18% em relação ao ano anterior e a divisão de PC que apresentou um aumento de 6%, graças ao posto de maior fabricante de chips no mundo.
Houve também um forte aumento na divisão "Internet das Coisas" que dá para a Intel US$ 2,100 bilhões milhões e a manutenção da divisão de software e serviços com uma receita de US$ 2.200 milhões. O CEO da Intel, Brian Krzanich, explicou esse aumento:
"Temos alcançado ou ultrapassado várias metas importantes: a revitalização de negócios relacionados a PC; crescimento dos negócios relacionados a Data Centers; estabelecimento de uma nova estratégia para tablets e inovação em diversas outras áreas. Vamos melhorar nossa rentabilidade na área móvel e manter a Intel a frende da computação.", disse Krzanich.
Krzaich citou a área móvel como um setor que precisa ser melhorado, e é verdade, esse setor tem sido um problema para a Intel, dada a competição com a ARM. Mas a Intel vem aos poucos tentando mudar essa perspectiva, uma meta alcançada foi a de 46 milhões de tablets equipados com processadores Intel. 
No entanto os fortes subsídios e investimentos substanciais resultaram em uma perda de muito dinheiro na divisão móvel da Intel, foram US$ 4,200 milhões em prejuízo para a líder dos processadores. Vamos ver como a Intel vai lidar com essa perda em 2015, talvez com os novos processadores Broadwell que são voltados para dispositivos móveis, com melhorias no consumo elétrico e desempenho faça a Intel reverter essa situação.
Fonte(s): Intel