Grupo hacker Lizard Squad alega ter tirado Facebook, Instagram e outros serviços do ar

Escritor | 20:34 Leave a Comment
Na madrugada desta teça-feira (27), por volta das 4 horas, o Facebook, Instagram, Tinder e outros serviços ficaram totalmente indisponíveis. Não era possível realizar o acesso nem pela interface web nem por apps de dispositivos móveis. É claro que a grande maioria dos usuários brasileiros não percebeu a indisponibilidade das maiores redes sociais do mundo, mas outros países que possuem fuso horário diferente, foram bem afetados. O período de downtime durou cerca de 45 minutos a 1 hora. O conhecido grupo hacker Lizard Squad assumiu, no Twitter, a autoria dos ataques.
O Lizard Squad ganhou mais notoriedade quando conseguiu deixar offline a rede de jogos PSN, da Sony. Vários usuários de Playstation ficaram sem poder jogar seus games devido ao ataque hacker. Além disso, o site da companhia aérea Malasya Airlines também foi invadido e sofreu um deface, tendo a sua página principal trocada. Porém, atacar três grandes serviços, como o Facebook, Instagram e o Tinder e conseguir deixá-los fora do ar não é uma tarefa fácil para ninguém. Eles preferiram não dar detalhes de como procederam com os ataques.
A Lizard Squad também atacou serviços menores, tais como AOL Instant Messenger (AIM) e um serviço de bate-papo Hipchat. Há relatos de que até o MySpace, que já esteve no topo das redes sociais, também sofreu com os ataques e ficou fora do ar, porém não foi possível confirmar essa informação. O grupo hacker ainda teve a prepotência de afirmar que só não tirou o Twitter do ar por que é o único meio pelo qual os hackers se comunicam com o mundo. Escapou fedendo hein, Twitter!
Também no Twitter, o perfil oficial do Instagram confirmou a instabilidade e ressaltaram que estavam trabalhando numa correção. Curiosamente, o tweet foi apagado pouco tempo depois. Já o Facebook negou que tenha saído do ar por causa de um ataque hacker. Segundo um porta-voz da rede social, isso aconteceu por conta de uma má configuração do servidor, que foi rapidamente revertida pelos engenheiros da empresa:
No início desta noite (horário americano), muitas pessoas tiveram problemas para acessar o Facebook e o Instagram. Isso não foi resultado de ataque de terceiros, isso ocorreu depois que introduzimos uma mudança que afetou nossos sistemas de configuração. Nós fizemos rapidamente a correção do problema e ambos os serviços estão de volta 100% para todos. [...] Nossos engenheiros identificaram a causa da queda e recuperaram o sistema rapidamente. Agora você deve ver a diminuição das taxas de erro, enquanto os nossos sistemas se estabilizam. Nós não esperamos qualquer outra interrupção no serviço novamente.
Esse é um dos maiores ataques ao Facebook e seus serviços nos últimos anos. Isso se o ataque se confirmar mesmo. A última vez que o Facebook ficou tanto tempo offline, mais especificamente 2 horas e meia, foi em setembro de 2010, quando realmente uma configuração errada causou o incidente. Antes disso, em 2009, um ataque DDoS deixou a rede social indisponível por cerca de de 30 minutos. Já o Instagram experimentou um período de downtime pela última vez quando foi adquirido pelo Facebook e houve a troca de servidores. Curiosamente o Whatsapp, que é outro serviço que hoje faz parte do Facebook, não sofreu nenhum tipo de instabilidade na madrugada de hoje.
E aí, será que o Lizard Squad realmente teve culhões pra promover um ataque de tamanha magnitude?
Fonte: Engadget