Google poderá ser a sua próxima operadora móvel

Escritor | 12:04 Leave a Comment
O modelo Apple de comercializar um smartphone pode ser considerado altamente vantajoso pelo simples fato da empresa da maça produzir tanto o iPhone como o sistema que o acompanha, certo? Agora imagine o seguinte cenário, uma mesma companhia ser portadora do aparelho, do sistema e da operadora, bem mais ousado né? E é justamente esse modelo que o Google quer seguir, com a criação de uma MVNO, que nada mais é do que uma operadora móvel virtual nos próximos meses. Informações do The Wall Street Journal apontam que o Google estaria em negociações finais com a Sprint e T-Mobile para usar suas redes e se tornar uma MVNO, mas com o retrospecto do Google, sabemos que a gigante das buscas  não irá ficar dependendo de outras empresas por muito tempo né?
Uma prova que o Google futuramente vai caminhar com as próprias pernas é o investimento de 1.000 milhões de euros na Internet Espacial da Space X. O serviço do Google terá o codinome "Nova" e destina-se a oferecer preços mais baixos e uma melhor experiência para os clientes. Esse novo projeto parece ser do interesse do Google a muito tempo por causa de um grande motivo, como mencionei no inicio do texto a união da produção do smartphone, sistema e operadora móvel é a grande proposta buscada pelo Google, mas que smartphone é esse? Com certeza você deve se lembrar do Project Ara, projeto produzido pela gigante das buscas que irá oferecer o conceito de smartphone modular, baseados em blocos que você poderá customizar. Então a equação está completa: Project Ara + Android + Nova = Ousadia Google de ser.
Você pode até achar o Google centralizador, mas reconheça que com esse novo serviço a empresa irá "obrigar" os diversos concorrentes a oferecer melhores serviços e condições para os usuários, porque como você bem sabe quando o Google entra em algum mercado, principalmente nos que introduzem uma nova faixa de negócios para a empresa, os preços são absurdamente baixo e assustadores para os concorrentes, posso citar como exemplo o serviço Google Fiber, serviço de fibra ótica que oferece conexões de 1 Gbps a preços bem mais acessíveis  que empresas tarimbadas nesse tipo de serviço como a AT&T e Verizon.
O novo serviço deve ser lançado ainda em 2015 nos Estados Unidos e alguns funcionários da empresa já estariam testando o novo serviço. Além de tudo isso o Google está pressionando a FCC para que uma parte do espectro ocupado pelas TVs analógicas seja destinado para as redes Wi-Fi , porque a empresa acredita que as redes wireless será a principal fonte de conexão para os smartphone, e que os usuários só usariam os planos de dados convencionais em áreas remotas onde não haveria conexão Wi-Fi.
É simplesmente incrível ver uma empresa relativamente nova (criada em 1998) como o Google ter toda essa ambição em estar presente em diversas categorias de serviços diferentes. Mas e você gostaria de ter o Google como o "gerente" da sua conexão móvel? Posso até polemizar mais um pouco, você confiaria no Google "administrando" suas ligações? Deixe seu comentário abaixo.