Ex-CEO da Opera lança Vivaldi, um novo navegador para Windows, Linux e Mac

Escritor | 20:37 Leave a Comment
Você provavelmente deve conhecer o Opera, o "melhor-navegador-que-ninguém-usa". Ele é conhecido por ter implementado recursos até então inéditos em outros navegadores, tais como as abas e a discagem rápida. Pois bem, o Opera nunca teve um grande marketshare no mercado, geralmente ficando atrás do Internet Explorer, Firefox, Chrome e até do Safari, navegador da Apple. Porém, o seu co-fundador e ex-CEO, Jon von Tetzchner, acredita que poderá ter mais sucesso na sua nova empreitada.
Ele anunciou um novo navegador, compatível tanto com Windows quanto com Linux e Mac. Batizado de Vivaldi, ele ainda está em fase Technical Preview mas já pode ser testado. Owen Williams, colunista do The Next Web, pôde testar o novo navegador por alguns dias e disse que mesmo em fase de testes ele já conta com muitos recursos que lembram muito o Opera das antigas, tais como navegação através de gestos com o mouse e o ótimo Speed Dial, que por muito tempo foi marca registrada do navegador Opera, abrigando suas páginas favoritas na aba inicial.
Outro recurso bem interessante presente no Vivaldi é a mesclagem de várias abas numa só. Por exemplo, suponhamos que você esteja fazendo uma pesquisa no Google e daí abriu umas 3 ou 4 páginas sobre aquele determinado assunto. Ao invés delas ficarem todas abertas no topo do seu navegador, você pode agrupá-las numa única aba, deixando o seu navegador mais organizado. Eu, particularmente, adorei a ideia e no Chrome procuro fazer isso abrindo várias instâncias do programa.
Além disso, você poderá, diretamente do navegador, escrever notas e tirar capturas de tela para salvar determinadas páginas. Assim, você saberá exatamente por que colocou aquela página nos favoritos ou por que ela é importante. A criação do Vivaldi surgiu da necessidade de um navegador mais completo e mais poderoso, disse um dos membros da equipe e também ex-funcionário da Opera.
A maioria dos navegadores que estão hoje no mercado oferecem algo semelhante, não diferenciado, e são relativamente simples. O Opera costumava oferecer muitas características únicas poderosas, mas como eu disse acima, ele também oferece agora um produto mais simples [...] sabemos que ainda existem muitos milhões de pessoas lá fora que estão usando uma versão antiga do Opera.
Como dissemos, o Vivaldi ainda está em fase de testes mas pode ser baixado nesta página. Em breve, eles planejam adicionar uma sincronização, assim como acontece com o Chrome e Firefox, suporte para webmails, extensões e também melhorar o desempenho. Eu gostei do Vivaldi, lembra muito o Opera mesmo. E alguns recursos, como o agrupamento de abas eu achei bem interessante. Já fui usuário Opera por alguns anos e só saí dele para o Chrome por causa da integração com os serviços Google. Mas, quando o Vivaldi chegar em fase final vou dar uma chance a ele. E você, o que achou deste anúncio do ex-CEO do Opera?
Fonte: The Next Web