The Latest

Sou como as folhas ao vento
Esvoaçando pelo ar
Que a qualquer momento
Ao chão elas vêm parar
Queria ser uma folha
Que no ar pairava
Admirando o teu rosto
No teu regaço poisar
Beijar o teu rosto
Os lábios como ia amar
Cheirar o teu odor
Queria ser essa folha
No teu regaço pousar
Mostrar como te amo
Como é forte é sincero
A minha maneira de te amar
Ai como amava ser folha
Para te ir conhecer
E no teu regaço poisar
Como não sou folha
So te posso dizer
Que te irei amar
Até ao dia de eu morrer
De: DanielLuiz
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres (Jo 8:36).

Leituras da semana: Pv 23:29-35; 1Co 7:2-5; Mt 25:15-30; Mc 10:17-27; 1Pe 3:3, 4

Nos últimos anos, muitos povos se libertaram da tirania e escravidão política. Mas existe outro tipo de escravidão, que pode ser tão ruim ou pior que sua contraparte política – a escravidão do vício. Álcool, tabaco e outras substâncias têm escravizado milhões. Além disso, poderosos vícios não químicos também estão em alta: sexo, pornografia, jogo (ou investimentos arriscados), e a acumulação de dinheiro e bens.

Todos os vícios criam dependência (a pessoa se sente muito incomodada até que a substância seja tomada ou o ato praticado) e certo grau de tolerância (a pessoa precisa cada vez mais dele para alcançar o mesmo efeito das vezes anteriores). Desse modo, as pessoas sentem cada vez mais dificuldade para escapar do ciclo que as capturou. Por essa razão, os que foram apanhados por essas armadilhas precisam do apoio da família, da igreja e dos amigos. Eles também podem precisar de cuidados profissionais e, acima de tudo, do poder de Deus, que opera em sua vida para lhes dar a liberdade que lhes é prometida em Cristo, o Senhor.  

Domingo                                     Bebidas alcoólicas


No mundo ocidental, a cerveja, o vinho ou outras bebidas alcoólicas têm sido associadas a eventos memoráveis, ocasiões felizes, feriados e importantes transações comerciais. Aparentemente, existe um aspecto limpo e bonito das bebidas alcoólicas. Elas não só se tornaram socialmente aceitáveis mas, também, uma “necessidade” em certas circunstâncias. Infelizmente, existe outro lado do álcool que aqueles que ganham a vida de seu comércio não querem que seus clientes em potencial vejam.

1. Que diz a Bíblia sobre os efeitos prejudiciais do álcool? Pv 23:29-35. Por sua própria experiência, que efeitos devastadores do uso desse veneno você viu?

29  Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as rixas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhos?
30  Para os que se demoram em beber vinho, para os que andam buscando bebida misturada.
31  Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente.
32  Pois ao cabo morderá como a cobra e picará como o basilisco.
33  Os teus olhos verão coisas esquisitas, e o teu coração falará perversidades.
34  Serás como o que se deita no meio do mar e como o que se deita no alto do mastro
35  e dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti; quando despertarei? Então, tornarei a beber.      Pv 23:29-35

A bela imagem do vinho picando como uma serpente e envenenando como uma víbora é poderosa. A composição química do álcool é tratada pelo corpo humano não como alimento, mas como uma substância tóxica. Bastam alguns minutos para ser absorvido no estômago e transportado pela circulação sanguínea para o cérebro, pulmões, rins e coração. O fígado é especialmente sobrecarregado a fim de processar uma substância que requer horas de muito trabalho para quebrar. Quando a presença do álcool é crônica e prolongada significativamente, os órgãos se deterioram e a pessoa sofre de uma ou mais enfermidades.

Infelizmente, os efeitos do álcool vão além do bebedor. O consumo do álcool traz consigo um custo social terrível. Metade de todos os acidentes de automóvel e no local de trabalho estão relacionados com o álcool. Muitos crimes são cometidos sob o efeito do álcool. Muito dinheiro público e privado é consumido para prover cuidados de saúde a fim de curar doenças provocadas diretamente pelo álcool. E, chegando mais perto da família, frequentemente, os pais, o cônjuge e os filhos do viciado são vítimas de abuso verbal e físico.

O álcool, assim como qualquer outra substância psicoativa, afeta nossa habilidade de fazer as escolhas morais corretas; sob sua influência, as pessoas tendem a escorregar cada vez mais e mais fundo no pecado.

Os que estão presos a qualquer tipo de abuso de substâncias precisam perceber seu problema e sua necessidade da ajuda de um poder maior que eles mesmos – e isso inclui a graça de Deus, o apoio da família ou de uma comunidade religiosa atenciosa e o tratamento prescrito por profissionais qualificados (se possível).

Como adventistas do sétimo dia, adotamos uma linha muito forte contra o consumo do álcool. Sem os julgar nem condenar, como podemos ajudar aqueles entre nós que estão lutando com esse problema?  
A vida é uma preciosidade maravilhosa e devemos fazer de tudo para sermos felizes!Nunca diga que estás só,que não vale a pena viver... o Deus que tudo fez está com você! DanielLuiz
Amor,
Eu tentei te esquecer, mas não consigo
O que sinto por você é muito forte
Vivemos coisas boas demais para serem esquecidas,
só tivemos um momento mau, a despedida
Porque de resto, nunca vi coisa melhor!
Você nem imagina a alegria que tenho quando te vejo, ou simplesmente ouço a tua voz.
Eu não sei o que fazer, já tentei de tudo, mas de nada adiantou.
Quero que saiba que além de te amar, pode contar comigo para desabafar, falar, dançar.
Mas principalmente para SORRIR!
Te amo muito, nunca se esqueças disso!
Desculpe-me por tudo que fiz. Como viverei sem teus beijos,
pelos quais estou carente, preciso dos seus carinhos e afagos.
Minha vida sem você é a mesma coisa que a noite sem estrelas, fica sem graça.
Ainda gosto de você, sem dúvida alguma, enão escondo de ninguém,
Você me fez descobrir a razão do meu viver.
Você me ensinou o certo e o errado, você me ensinou a viver.
E é por isso, meu amor, que eu te amo!
Perdoa-me!
Mas será que o mundo enxerga isso? Está bem, nem precisa ser o mundo todo. Vamos reduzir para a opinião de quem está ali, dia a dia, ao nosso lado. Como os nossos parceiros nos veem?
Perguntamos a alguns maridos o que eles mais admiram em suas esposas. É uma pequena amostra, uma espécie de termômetro, mas já deu para ver que – ufa de novo! – nosso esforço não é em vão. Sim, eles reconhecem nossas qualidades. Inclusive as que nem sabemos que possuímos!
Apostamos que você vai se identificarem várias situações. Pergunte ao seu par e confirme.
“O que eu mais admiro na minha esposa é a sua criatividade! Não canso de me surpreender com a preocupação que ela tem com os mínimos detalhes para não deixar os nossos dias virarem uma monótona rotina. Ela me motiva a querer estar sempre ao lado dela!”, declara Filipe Cardinali, 31 anos, casado há 6 anos com Joice Aguiar, 39 anos.
“O que eu admiro na minha esposa é que ela faz muita coisa bem feita: cuida dos filhos, é chefe do departamento dela, faz academia e é uma superesposa – ou seja, ainda tem que me aguentar. Só ela mesmo!”, brinca Eugênio Nassu, 45 anos, casado há 17 anos com Vivian Tamaki, 44 anos.
“A pergunta é difícil porque o dia a dia e a convivência embotam a nossa sensibilidade e impedem que observemos o outro como antes. Acho que admiro, acima de tudo, a maneira como a maternidade foi natural e fácil para ela. Não há nada mais feminino que ser mãe com tamanha ternura, e isso só a torna mais amável como mulher. Além disso, admiro muito como a liderança e a determinação de uma adulta convivem com a insegurança e a carência de uma menina, personalidade complexa que confunde, surpreende, mas também apaixona”, revela Sérgio Bento, 35 anos, casado há 4 anos com Joyce Rosa, 33 anos.
“Eu admiro na minha esposa a persistência e o carinho que ela dedica às nossas coisas. Aos nossos problemas, nossos trabalhos, nossos filhos, enfim, todas as coisas que vivemos juntos!”, conta Antônio Augusto Souza, 60 anos, casado há 33 anos com Márcia de Souza Lima
Casal com filho
“O que mais admiro na minha esposa é a parceria que temos. Ela é, acima de tudo, uma grande amiga. Ela conquista minha admiração a cada dia pela dedicação e vontade constante de agradar a mim e nossa filha. Ela é sensacional!”, exalta Gustavo Ribeiro, 52 anos, casado há 14 anos com Rosana Alevato, 41 anos.
“Difícil não ser clichê nessas horas, mas o que eu mais admiro na Manu são características que eu preciso evoluir. Ela é muito determinada, sabe aonde quer chegar e se planeja para isso. Tem um coração enorme, empatia e sem dúvida é muito espontânea, o que facilita o convívio com as pessoas”, destaca Alberto Nascimento, 35 anos, casado há 2 anos com Emanuelle Lemos de Sousa, 31 anos.
“A Tati é uma mulher dedicada, pra cima, atenciosa e corajosa: ela morava sozinha em outra cidade e veio morar comigo, largou praticamente tudo. Por isso eu a admiro tanto!”, conta Thiago Cristani, 28 anos, casado há 3 anos com Tatiane Melo, 22 anos.
“O que mais admiro na minha esposa é a sua cumplicidade comigo e a mãe extraordinária que ela é para os nossos filhos. Eu a admiro pelo simples fato de não encontrar palavras que possam justificar o contrário”, diz Roberto Moura Silveira, 70 anos, casado há 47 anos com Sônia Silveira, 69 anos.
(Fotos: Getty Images)
ÁRIES
A energia envolvente das arianas também se evidencia no plano amoroso. Então, quem conquistar uma delas deve compreender que elas precisam de espaço para viajar, trabalhar e pular de uma atividade para outra com intensidade. No amor, são valentes, entusiastas e brincalhonas. Como adoram ir atrás de suas metas, liderar e administrar, tendem a ser “mandonas”. Por isso, o melhor é que tenham ao seu lado um homem relaxado e seguro de si, que não se sinta ameaçado por tanto caráter. Outro grande atrativo para as mulheres de Áries? Os homens ativos e esportistas, que possam seguir o ritmo de suas aventuras, sem perder o bom humor.
Signos mais compatíveis: Leão, Sagitário e Libra
TOURO
Paciência, paciência e mais paciência. Em matéria de amor, esse é o traço característico das taurinas. Quando se comprometem em longo prazo, são persistentes e confiáveis. Gostam de relações estáveis, de conexão profunda. A mulher de Touro prepara banquetes exóticos, acende velas e convida seu amado a compartilhar a noite mais romântica entre quatro paredes. Os homens ternos e carinhosos cairão aos seus pés. O ponto negativo? Podem ser um pouco possessivas e resistir a mudanças, então pensem duas vezes, homens de espírito livre.
Signos mais compatíveis: Escorpião, Virgem e Capricórnio
GÊMEOS
As geminianas brilham por sua inteligência e adoram desafios mentais. São seduzidas por conversas ocasionais e picantes, então se encantarão com qualquer homem que pratique esses jogos verbais. Algumas vezes, as mulheres de Gêmeos podem parecer contraditórias porque se entusiasmam muito no começo das relações, mas podem se entediar com o passar do tempo. Os homens que as acompanharem deverão mantê-las entretidas a longo prazo.
Signos mais compatíveis: Libra, Aquário e Leão
CÂNCER
É um dos signos mais femininos do Zodíaco, receptivos e com instinto de sobrevivência. Farão o que puderem para proteger seus ambiente e pessoas queridas. Os homens sensíveis, amantes do estilo de vida caseiro, se sentirão muito atraídos por este perfil de mulher. Vão se conectar com seu lado maternal e terno e compartilhar tardes inteiras no sofá de casa, descansando, lendo e vendo filmes. As cancerianas se apaixonam com facilidade e são extremamente sensíveis. Por isso, precisam de um homem paciente e compreensivo do seu lado, disposto a aguentar todo seu sentimentalismo.
Signos mais compatíveis: Capricórnio, Escorpião e Peixes
LEÃO
No amor, a leonina é leal e devota. As mulheres deste signo apostam nas relações duradouras. Amam a família e crianças e são extremamente bondosas. Gostam de tudo que é grandioso e de chamar a atenção dos demais. Como querem sempre mandar, necessitam de homens dispostos a aceitar um cômodo segundo plano, mas que, ao mesmo tempo, estejam dispostos a segui-las num ritmo de extravagâncias e de vida intensa. Cuidado: as leoninas são muito inteligentes e não gostam que lhes digam “sim” para tudo. A chave? Alimentar seu ego, mas sem perder a dignidade no processo.
Signos mais compatíveis: Aquário, Áries e Sagitário
VIRGEM
No Zodíaco, são as esposas por excelência. A mulher de Virgem adora mimar e proteger seu parceiro. Quando se sente segura, é muito carinhosa e confiável. Seu tendão de Aquiles? O perfeccionismo. São tão detalhistas que são muito chatas no momento de escolher um parceiro. Querem o homem perfeito e custam a aceitar menos que isso. O que mais as atrai em um homem é a mente, por isso se conectam através de boas conversas e saídas que estimulam o intelecto.
Signos mais compatíveis: Peixes, Touro e Capricórnio
LIBRA
As mulheres de Libra são otimistas, boas companheiras e superparceiras - por isso são amadas pelos homens! Tendem a ter relacionamentos duradouros porque fazem tudo que for preciso para manter a paz, fazendo sacrifícios em prol de uma boa convivência. Destacam-se por sua empatia, tolerância, bondade e carinho. Devem, portanto, escolher homens emocionalmente maduros, que valorizem essas características e que estejam dispostos a demonstrar seu agradecimento.
Signos mais compatíveis: Áries, Gêmeos e Aquário
ESCORPIÃO
É o signo da sedução. As escorpianas são conquistadoras natas. Carismáticas, extrovertidas e muito apaixonadas, tendem a acumular admiradores a cada passo. No amor, chegam a extremos. No seu melhor momento, têm compaixão, são dedicadas e amam com intensidade, mas quando se vão, vão-se para sempre, sem olhar para trás. O homem que acompanhar uma escorpiana gozará de sua companhia e paixão, mas deve ser muito seguro de si próprio e estar disposto a ir atrás dela nos extremos que a caracterizam.
Signos mais compatíveis: Áries, Gêmeos e Sagitário
SAGITÁRIO
Alegria, otimismo, diversão. Isso e mais um pouco irradiam das simpaticíssimas mulheres de Sagitário. Sempre disposta a dar um toque de dinamismo e aventura a um relacionamento, a sagitariana é uma namorada ou esposa maravilhosa. Como adora viajar e explorar, precisa de um homem capaz de seguir seu ritmo. A melhor conexão? Com um homem que não se sinta amedrontado por uma mulher de alto perfil e que esteja disposto a acompanhá-la desde um cômodo segundo plano.
Signos mais compatíveis: Gêmeos e Áries
CAPRICÓRNIO
As capricornianas são práticas, produtivas e muito eficientes em todos os aspectos da vida. No amor, valorizam a autossuficiência e a responsabilidade, então tendem a buscar homens independentes, dedicados a seus trabalhos e honestos. Poderão parecer um tanto frias e distantes, mas quem as acompanhar verá o valor de suas palavras e o compromisso com grandes projetos e metas.
Signos mais compatíveis: Câncer, Touro e Virgem
AQUÁRIO
A loucura e a excentricidade fazem parte do dia das aquarianas. Elas têm um encanto tão único, tão mágico, que não há homem que não caia a seus pés. Aquário é o signo da originalidade. As mulheres deste signo marcham no ritmo do próprio tambor, de forma que não conseguem ficar com um homem que pretenda transformá-las em alguém convencional. Além disso, ele deve ser capaz de apoiá-la em todos os sonhos loucos que a mantem ocupada.
Signos mais compatíveis: Gêmeos e Libra
PEIXES
São as mulheres mais sensíveis e desinteressadas do Zodíaco, capazes de tolerar sem perder a paciência e compreender seu amado até extremos irrisórios. Em um relacionamento, são bondosas, carinhosas e generosas. Amam com tanta profundidade que, muitas vezes, sentem-se transbordadas por esse sentimento. O homem que escolher uma pisciana deve poder estar à altura dessa intensidade e ser capaz de apaixonar-se tanto quanto ela. Se conseguir, montará com ela um ninho de amor quente, rico e muito difícil de abandonar.
Signos mais compatíveis: Virgem, Câncer e Escorpião
O início das chamadas cenas de birras são causadas pela dificuldade das crianças em lidar com suas frustrações e, pelo que observei com meus filhos, a intensidade do "piti" é proporcional ao sono ou cansaço do momento.
É isso aí, uma hora ou outra vai acontecer com você também, acredite, nenhum pai ou mãe passa pela jornada de criação de filhos sem ter que lidar com essas situações.
O que tem me surpreendido agora com a Mel (1 e 3 meses) é que essa fase já está dando as caras por aqui, e não me lembro de ter sido tão presente assim com Babi e Theo, o que claro, só confirma que cada criança é mesmo única, independente da criação ou do nosso comportamento.
Como a pequena começou a andar e falar suas primeiras palavras muito cedo (por volta de 10 meses ela já deu seus primeiros passos), penso haver aí uma forte ligação entre esses fatos.
Ela quer explorar e ainda não "pode" muita coisa. Já deseja se expressar, mas não se faz compreender. Quer acompanhar os irmãos em diversas atividades que ainda não pode ter uma participação tão ativa.
A realidade é: o bebê super calmo de outrora vem a cada dia mudando mais.
E isso é perfeitamente normal!
Entendo que como os estímulos estão presentes cada vez mais cedo na vida dos bebês, o termo "Terrible Two" talvez precise ser revisto logo mais, minha amiga. Logo após ao primeiro aniversário já é possível notar muitas semelhanças com essa questão de comportamento tão associada aos 2 anos.
Também costumo brincar com minhas amigas que têm filhos mais novos que as crises não duram só até os 3 anos não... Theo tem 6 e ainda protagoniza cenas como essa quando se sente frustrado. E ainda tem a adolescência...
Ok, vou parar por aqui! rs
As frustrações que causam as crises de choro e birras são perfeitamente normal e fazem parte do desenvolvimento das crianças. É a maneira de mostrarem que não estão felizes e cabe a nós saber deixá-los se expressar e não ceder ou "ter vergonha". Sim, já passei por cenas onde queria cavar um buraco ou perguntar para os adultos a minha volta: Cadê a mãe dessa criança? Fingindo não ser eu a responsável...
Não sei porque, as cenas mais "homéricas" sempre acontecem em público! Pode notar!
Toda vez que vejo acontecer com alguma mãe, sinto uma vontade enorme de dar um abraço, dizer para ter calma, que um dia melhora e que estamos juntas!
E você? Me conta aí, já passou por uma grande birra das crianças em público? Qual idade seu filho tinha?
Nesse cantinho dos sonhos vamos passar boa parte do nosso tempo com o pequeno e lá viveremos muitos momentos juntos. O grande astro desse cenário encantado é sem dúvida o berço.
Existem tantas opções desse item no mercado. São muitas cores, formatos, tipos... Parece uma tarefa simples escolher um modelo, mas, além de beleza e formato, o que mais importa é a segurança! Isso é o que precisa ser levado em conta na hora da escolha do berço do bebê.
Você sabe em que deve prestar atenção no momento de comprar um berço?
1- Tipos de grades
Houve uma mudança no início do ano na regulamentação. Pelas novas regras foram proibidos os berços com grade móvel, sendo permitidos somente a fabricação de grades fixas. As marcas terão 24 meses para se adequar. Calma, se você já comprou um berço com esse tipo de grade saiba que essa regra é apenas mais uma precaução de segurança e, na grande maioria, os berços desse tipo são seguros, não precisa deixar de usar. Uma dica legal é deixar a grade móvel travada e virada para parede, assim o bebê corre menos risco.
2- Distância entre as grades
O Inmetro determina que a distância entre as ripas da grade dos berços seja de no máximo 6,5 cm e no mínimo de 4,5cm. Essa distância é determinada para que pés, mãos, pernas ou braços dos bebês não corram o risco de ficarem presos em uma eventualidade.
3- Pintura
Quem já tem mais de um filho sabe bem que chega uma certa idade e o berço vira o mordedor preferido dos bebês (quando começam a se apoiar, ficando de pé, os pequenos acabam mordiscando as grades). Pois é, o tipo de tinta usado precisa ser segura, resistente e totalmente atóxica.
4- Altura da grade
Por falar em bebê ficando de pé, todo mundo sabe da importância de prever o próximo passo de desenvolvimento das crianças. Por isso, é muito importante que a altura entre o estrado e a lateral do berço seja de, no mínimo, 60 centímetros. Isso evitará que o bebê consiga pular.
5- Certificação
Mesmo com todas as dicas que você acabou de ler, tenha a certeza que o fabricante do berço que você pretende comprar segue todas as normas do Inmetro na sua produção. Isso evitará problemas futuros de segurança. Para saber mais sobre as novas normas, acesse aqui.
Se você não tem mesmo certeza se é amor o que está sentindo, não se preocupe. A melhor coisa sobre o amor é sua constante incerteza. Um dia você está seguro, sabe exatamente o que está se passando com você, então numa semana inteira de angústia, sua certeza desaparece e você não tem mais certeza de nada.
Um dos grandes mitos que nos engana muito, é como saber quando o amor verdadeiro chega; outro é, se não sentimos aquela descarga elétrica que nos tira a respiração, então não é amor; e um terceiro é a existência da Pessoa Certa...DanielLuiz
Bom, mas existem outras opções que podem nos fazer muito feliz! Se você vai presentear uma mamãe, que tal considerar minhas sugestões?
Separei algumas ideias para compartilhar aqui, coisas que ganhei ou comprei nos últimos meses e que me ajudaram ou me fizeram bem:
1- Mães são ocupadas, vivemos com várias questões na cabeça, sempre atentas a muitas coisas. Por isso, a minha melhor compra de 2016, sem dúvida, foi um daily planner para me ajudar a organizar as atividades da casa, das crianças e do trabalho.
2- Ah, a gente tá sempre precisando de um descanso! Que tal um vale day spa? Nunca havia vivido essa experiência e, agora que me apaixonei, vou querer repetir ao menos 1 vez no ano! Também pode ser um final de semana para descansar em algum lugar, uma viagem a dois ou com as amigas (se as crianças podem ficar sob os cuidados da família ou amigos). Isso renova a alma, não importa o destino.
3- Caderno de receita é sempre uma boa pedida, mesmo que a mamãe não seja uma mestre cuca. A ideia aqui é ter um livro de receitas especiais para se fazer com as crianças, uma espécie de recordação que vamos construindo ao longo dos anos. Fiz essa experiência. Comecei há 4 anos e nosso livro de receitas "de final de semana" é cheio de gostosuras e de marcas dos nossos momentos felizes. Lá tem a letra do Theo, desenhos dele, marcas de amassadinhos, coisas que sei que daqui há um tempo serão mais do que fofas, serão preciosas recordações.
Ideias de presentes que me agradariam muito receber novamente!
E como isso é uma coisa muito pessoal, gostaria de saber qual o seu presente dos sonhos? O que você gostaria de ganhar neste Natal?
Um beijo,
(Imagem: Shutterstock)
Mel ainda mama leite materno em livre demanda, mas como já está quase com 1 ano, come praticamente de tudo, o que significa que logo depois da mamada da manhã é a hora da fruta.
Para manter todo mundo na linha e não deixar a preguiça ou a falta de tempo nos levar por um caminho de escolhas ruins, eu tenho um esquema que permite deixar tudo preparadinho para a hora da refeição mais corrida do dia, o nosso café da manhã.
Mais corrida e, também, a mais importante, não podemos esquecer!
Confesso que venho me preocupando mais com isso de uns tempos para cá. Eu mesma não tinha o hábito de sentar e comer bem no período da manhã e tinha medo de passar esse meu costume para as crianças.
Passei a deixar tudo "pré-pronto" para facilitar as manhãs e, assim, ninguém tem preguiça de comer bem! Cada um tem uma preferência, mas todos acabam optando por frutas, que vão variando ao longo da semana.
Acompanhe no vídeo como fazemos para estimular o consumo de frutas no café da manhã e, além disso, evitamos desperdícios:

Viu como é prático? Pode parecer trabalhoso deixar tudo preparado, cortado, lavado e congelado mas, com o tempo, você descobre que vale a pena perder umas horas por semana em prol da alimentação da sua família.
A obesidade infantil é uma realidade triste e acho que tem tudo a ver com a nossa rotina de pais, nossa correria e constante falta de tempo.
Às vezes, uma opção industrializada parece ser a única possível de encaixar nesse esquema da maioria das famílias, mas não é verdade.
Mostrando nossa rotina da manhã e contando um pouco como funciona o "sistema" aqui em casa, quero te inspirar a fazer o mesmo e revolucionar suas refeições, começando pelo café da manhã.
Não sou nenhuma especialista, nem gosto - e não posso! - perder tempo na cozinha, então a preparação é a chave de tudo!
#EuDigoNão aos maus hábitos e, assim, buscando mais saúde no dia a dia, sei que podemos ser mais flexíveis com as exceções. Assim, vivemos com mais equilíbrio.
Alguns momentos gastos para deixar tudo pronto para os dias da semana fazem com que nosso café da manhã e os lanches das crianças fiquem mais saudáveis – e todo mundo ganha.
No site Obesidade Infantil Não, uma iniciativa especial de AMIL, você encontra muitas informações sobre o assunto, alertas, estudos e até receitas e dicas para manter as crianças longe das porcarias e tentações e inseri-las no mundo colorido da alimentação saudável. Vale conferir!
Cada dia, Senhor,
Surgem oportunidades para provar que Tu és
uma fonte inesgotável de poder ilimitado,
eficaz e acionado pela minha fé.
Vejo que as minhas orações são sempre ouvidas.
Uma a uma, e ao Seu tempo são respondidas.
E é por isso, que posso confiar
que a porta que o Senhor vier abrir para mim,
ninguém poderá fechar.
Tu és o Deus que opera quando
o homem diz: “Não dá”.
E abre um caminho onde solução: “não há”.
És o Deus que tem a cura para todo o mal,
mesmo aquele que a ciência não pode curar.
Se algum problema se levantar e tentar me parar,
declaro Tua palavra e o mal é lançado ao mar!
Eu confio em Ti, não temo e não vou me abalar
mesmo que a morte venha me encarar,
pois o Teu poder e a Tua graça me fazem ver que sou
muito mais que vencedor.
E quando a Lua se esconder é porque
o Sol está para nascer,
e ao nascer do Sol,
vejo que o Senhor não está do meu lado
e sim me carregando no colo!
Obrigado Senhor Meu Deus!
Por não me abandonar e fazer parte da minha vida.
Obrigado, ainda mais,
por estar cuidando de todas estas pessoas
que estarão lendo esta mensagem.
E por lhes mostrar, que nas tribulações,
elas estarão sempre em seu colo! Igor Jordan Silva
Essa é uma pergunta que sempre surge quando o assunto é tirar as crianças de casa. Eu tenho alguns truques que ajudam bastante e vou compartilhar com vocês! 
- Tente organizar os deslocamentos, mesmo quando o fuso é grande, de forma que a criança mantenha suas horas diárias de sono. Se ela chegar ao destino muito cansada, não tenha pressa em sair para passear. Dê prioridade ao sono do seu filho. 
- Mantenha uma rotina de alimentação. Adultos, quando viajam sozinhos, muitas vezes abrem mão de uma refeição, seja para economizar ou aproveitar melhor o tempo. Crianças precisam de um café da manhã tranquilo, almoço e jantar completos, além de lanchinhos saudáveis ao longo do dia. Se estiver hospedado em um lugar com cozinha, aproveite para fazer pelo menos uma das refeições em casa, com alimentos que seu filho já esteja acostumado a consumir.
- Leve um pedacinho do ninho para a viagem: pode ser um bichinho de pelúcia, um cobertorzinho ou travesseiro com cheirinho de casa ou até mesmo o sabonete que ela costuma usar. 
Dessa forma, todos vão aproveitar melhor a viagem. Com ações simples você pode evitar aquele chorinho de fome, sono ou cansaço e até afastar uma possível doença que possa surgir por baixa imunidade. 
Viagens da Fer
Todo mundo já passou por isso!
Acabamos esquecendo que as crianças são simples por natureza e não precisa muito para agradá-las, basta ser um pouco criativo e saber selecionar dentre as variadas opções do mercado.
Tem realmente muita coisa disponível, presentes de diversos valores. Porém, se você vai presentear alguém e não quer errar ou não quer gastar muito, vou dar algumas dicas de presentes que observando, percebi que meus filhos sempre adoraram ganhar dentro da faixa etária até os 3 anos.
Fantasias
Nunca fazem feio! Fantasias são sempre uma ótima pedida. São muitas opções e as crianças nessa fase adoram se vestir com seus personagens favoritos, é sucesso garantido! Além das fantasias, há também a opção dos acessórios... não tem como errar!
Quebra-cabeças gigante
Theo montou seu primeiro quebra-cabeça gigante aos 2 anos e meio, sozinho. As peças são mais fáceis de encaixar e depois de montado é muito atrativo ver a imagem enorme que se forma. Há várias opções no mercado, com diversos temas e personagens. Além de lindo, é uma ótima pedida para auxliar no desenvolvimento motor e cognitivo dos pequenos.
Cabanas e casinhas
Agora há um onda de cabaninhas, de vários tipos e preços e as crianças adoram! Theo e Amelie tiveram a oportunidade de dormir em um cabana de tecido no Dia das Crianças e desde então Theo só fala nisso. Vamos comprar uma para eles dividirem. Casinhas e cabaninhas possibilitam uma infinidade de brincadeiras e nessa idade o "faz de conta " é muito importante.
Cozinha
Já estão disponíveis no mercado as cozinhas em cores unissex, para que meninos e meninas comecem desde cedo explorar o universo culinário. Foi-se o tempo que cozinha era brincadeira de menina! E que bom! Desde pequenas as crianças adoram imitar a rotina do dia a dia e brincadeiras que remetem às atividades do cotidiano são as preferidas nessa faixa etária.
Giz, tinta e canetinha para banho
A hora do banho é também hora de diversão para os pequenos. Muitas brincadeiras acontecem nesse momento e existe no mercado alguns produtos que podem deixar a hora do banho ainda mais feliz. São várias possibilidades, como giz de cera e canetinhas para escrever no azulejo. Tem até uma tinta especial para colorir a água. O bom desses itens é que não mancham, não são tóxicos e as mamães também irão amar, pois a sujeira fica toda dentro do box e depois tudo ficará como novo.
Gostaram das dicas? Agora é a sua vez de compartilhar ideias para ajudar quem vai presentear um criança nessa faixa etária. Deixe aí nos comentários qual foi o que foi que seu/sua filho(a) mais gostou de ganhar?
1. Esmaltes mágicos que pintam as unhas dos pés sozinhos
Claro que você pode ir à pedicure ou escalar seu parceiro para pintar suas unhas para você, mas até dar só uma cortadinha parece trabalho demais para quem está gerando um ser humaninho. Fora que algumas grávidas não gostam de pedicures, já que têm a sensação de que ficar sentada por tanto tempo faz os pés incharem ainda mais. Por isso, bom mesmo seria ter um vidrinho de esmalte que, quando aberto, pinta as unhas lindamente, a la ratinhos ajudantes da Cinderela. É pedir muito?
2. Certeza de que a bolsa não vai estourar em um momento inapropriado
Imagine inundar o corredor do supermercado durante a compra semanal de chocolate? Seria maravilhoso não precisar carregar uma toalha para cima e para baixo, porque vai que, né?
3. Usar chinelos o tempo todo
Porque:
1º eles são confortáveis.
2º você não precisa abaixar para vesti-los.
4. Bexiga com capacidade infinita de litros
Pense como seria incrível não deixar escapar um xixizinho em cada espirro, pulo, gargalhada. Fora que, em alguns momentos da gravidez, nem vale a pena levantar do vaso. E durante a madrugada, então? A urgência é tanta para se sentar na privada e saírem cinco pingos. #papainoelfocanabexiga
5. Cabelo da gravidez para sempre
Durante aqueles nove meses, não cai um fio de cabelo, eles ficam cheios, brilhantes e, pelo menos com isso, não é preciso se preocupar. Depois do parto, a coisa muda de figura. A sensação é de que a calvície está perto. Que bom seria manter a casa sem centenas de fios de cabelo no chão?
6. Seios de grávida para sempre
Dá até dó dos maridos admirando os seios de suas esposas grávidas ou quando estão amamentando. A vontade é de avisar para aproveitar enquanto duram, porque assim que a mamãe tiver uma história de amamentação de sucesso para contar, o peito murcha mais rápido do que se imagina.
7. Mimos da gravidez para sempre
Durante a gravidez, não é preciso nem pedir. Basta estender a mão que já aparece um copo d’água. As pessoas dão lugares nas filas para se sentar. Oferecem sorrisos carinhosos ao cruzar na rua com você. Carregar peso? Jamais. Tudo bem, para sempre é muito tempo, mas por um ano será que não dá para manter o mimo? Assim que o bebê nasce, ninguém se lembra da pobre mãe. Papai Noel podia emprestar um elfo para quebrar um galho.
8. Respostas automáticas para pessoas sem noção
Uma pessoa rude te insulta. Não seria ótimo apenas apertar um botão e uma gravação com a resposta perfeita saísse em alto e bom som? Nesse dispositivo haveria opções de resposta para perguntas como: “Você tem certeza que não são gêmeos?”, “Uau! Você está prestes a explodir!”. “Minha irmã/tia/sobrinha-neta está grávida do mesmo tempo que você e a barriga dela não está nem de longe assim grande!” e, para finalizar “Você sabe o que causa isso, né?”.
(Imagem: Getty Images)
J eremias dirigiu-se à nação de Judá num esforço final para salvá-la de um desastre nacional. O desrespeito à lei de Deus estava levando a nação para a extinção, e Jeremias tentou em vão chamar o povo ao arrependimento. As circunstâncias do reino são bem descritas neste trecho de Jeremias 5:30-31, onde o profeta transmite às palavras de Deus: "Coisa espantosa e horrenda se anda fazendo na terra: os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam de mãos dadas com eles; e é o que deseja o meu povo. Porém, que fareis quando estas coisas chegarem ao seu fim?" Deus pôs a culpa em três grupos de pessoas: ì Os profetas. Aqueles que deveriam ter sido fiéis transmitindo a palavra de Deus ao povo estavam, em vez disso, pervertendo aquela mensagem. Hoje, muitos falsos profetas falam de suas próprias idéias e perpetuam incontáveis doutrinas humanas. Entretanto, Jesus afirmou que suas palavras são a verdade absoluta que nos liberta (João 8:32). í Os sacerdotes. Os sacerdotes deveriam ter corrigido os falsos profetas, mas preferiram apoiar a propagação das suas mentiras. Os cegos estavam guiando os cegos (Mateus 15:13-14). î O povo. É triste notar que o povo estava querendo seguir os seus guias cegos. Quando os guias espirituais amam a si mesmos e ao dinheiro, eles não condenarão eficazmente o egoísmo e o materialismo que domina o povo mundano. Deus convidou seu povo a retornar: "...perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma" (Jeremias 6:16). Mas a resposta deles ecoa através da história nas palavras dos homens e mulheres rebeldes de todas as eras: "Não andaremos." Se nós recusamos a andar no caminho de Deus, seguimos uma rua de mão única para a perdição. O que você fará no fim? 
O garoto es ta va preso entre as eng ren ag ens da ponte levadiça, e um transatlântico carregando centenas de passageiros estava se aproximando rapidamente. O pai do menino, o operador da ponte, não tinha se dado conta do desaparecimento de seu filho até este momento. Em pânico saiu à procura de seu filho somente o achando inconsciente entre duas alavancas que levantam a ponte para dar passagem aos navios. Ele caiu enquanto brincava. O pai agora estava com medo diante das alternativas que tinha a sua frente. O transatlântico que não parava de se aproximar com centenas de vidas a bordo, com o choque iria matar a todos se a ponte não fosse elevada; E seu filho caído na caixa de engrenagem, seria instantaneamente esmagado se o botão que aciona a ponte fosse ligado. Com toda sua força ele tentou baixar seu braço para retirar a criança rapidamente dali para um lugar seguro. O tempo estava se esgotando. Ele simplesmente não conseguia alcançar o garoto. Lágrimas desciam interminantemente do rosto do homem juntamente com o pressentimento de que ninguém iria socorrê-los e a mágoa o tomava por completo. Ele fez uma última tentativa. Mas de nada adiantou. A única coisa que o pai ouvia eram as vozes e as altas gargalhadas das pessoas que se divertiam no transatlântico que se aproximava cada vez mais. A aterrorizante decisão tem de ser tomada imediatamente. Irá seu amado filho viver? Ou irão aqueles farristas desconhecidos viverem? Com apenas segundos para a decisão final ele sabe que seja ela qual for, terá de viver com isto o resto de sua vida. Lágrimas de lamento transbordam nos olhos deste pai que agora via todas aquelas pessoas desconhecidas passarem abaixo dele. Elas estavam rindo como se nada tivesse acontecido, completamente sem saber que o solitário homem acima delas tinha poupado suas vidas pelo sacrifício da vida de seu próprio filho. Elas nunca se deram conta do amor que lhes foi mostrado naquele dia. "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito..." (João 3:16)
É difícil andar no escuro. Quando não conhecemos o caminho, se torna impossível. Por isso, entendemos facilmente o que o salmista disse para Deus: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos” (Salmo 119:105). Isaías utilizou o mesmo tema de luz para o caminho nas suas profecias sobre a missão do Messias: “...te farei mediador da aliança com o povo e luz para os gentios; para abrires os olhos aos cegos, para tirares da prisão o cativo e do cárcere, os que jazem em trevas” (42:6-7); “Guiarei os cegos por um caminho que não conhecem, fá-los-ei andar por veredas desconhecidas; tornarei as trevas em luz...” (42:16). No Novo Testamento, Jesus é descrito como “a verdadeira luz” que veio ao mundo para iluminar a todo homem (João 1:9). Ele mesmo afirmou: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (João 8:12). Mas nem todos aceitam a direção do Senhor e Salvador. Isaías predisse isso quando falou de duas reações diferentes ao Servo do Senhor: ì Alguns que andaram nas trevas aceitam a luz e confiam no Senhor (50:10). Esses terão paz (26:3; 54:10). í Outros negam a sua necessidade e confiam no seu próprio fogo para tentar achar o caminho (50:11). Esses se perdem e sofrem as conseqüências: “Para os perversos, todavia, não há paz, diz o SENHOR” (48:22). A s opções hoje são as mesmas. Alguns acendem o seu próprio fogo, não reconhecendo sua necessidade espiritual ou procurando soluções na sabedoria humana. Procuram em vão satisfazer as necessidades espirituais na idolatria, na ciência ou nas filosofias humanas. Mas aqueles que entendem que “não cabe ao homem determinar o seu caminho” (Jeremias 10:23) e que depositam a sua confiança em Deus terão paz! 
Q uando os saduceus interrogaram Jesus acerca da ressurreição, ele respondeu que eles erraram na sua doutrina porque não conheceram “as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mateus 22:29). Para corrigi-los, ele começou dizendo: “Não tendes lido o que Deus vos declarou...?” (Mateus 22:31). Muitos alegam que a Bíblia é difícil demais para entender. Pensando assim, acabam errando da mesma maneira que os saduceus, seguindo suas próprias idéias e doutrinas de homens ao invés de dar à Bíblia a atenção e estudo honesto que Deus requer. A verdade é que o Senhor revelou sua palavra justamente para ser entendida por todos que honestamente o buscam, não importa a inteligência ou nível de escolaridade. O costume de Jesus era de ensinar com simplicidade. Assim, ele falava por meio de parábolas, “conforme o permitia a capacidade dos ouvintes” (Marcos 4:33). Ele queria que os homens entendessem a sua doutrina! Depois da morte e ressurreição de Jesus, Deus continuava revelando sua palavra através dos apóstolos e profetas (Efésios 3:5). O apóstolo Paulo mostrou a facilidade com que os irmãos em Éfeso poderiam ganhar entendimento, dizendo “quando ledes, podeis compreender o meu discernimento do mistério de Cristo” (Efésios 3:4). Por isso, ele mandou que eles provassem sempre “o que é agradável ao Senhor” (Efésios 5:10), e que procurassem “compreender qual a vontade do Senhor” (Efésios 5:17). Estas coisas não seriam possíveis se a palavra fosse difícil demais para ler e entender! O fato de existirem muitas seitas, doutrinas e interpretações não deve nos desanimar em relação à verdade pura que se revela na palavra de Deus. O apóstolo Pedro avisa que como “surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres”, e que “os ignorantes e instáveis deturpam...as...Escrituras, para a própria destruição deles” (2 Pedro 2:1, 3:16). Isto deve nos incentivar a sermos mais zelosos na leitura e estudo para entender a palavra de Deus, a fim de sermos por ele aprovados (veja 2 Timóteo 2:15)!